quinta-feira, 24 de julho de 2014

Reunião de contadores de histórias julho de 2014



Olá, caros leitores!
Registro aqui a reunião dos contadores de histórias, em pleno dia de jogo Argentina x Holanda. Confesso que o dia não era tão auspicioso, além do jogo ainda estava chovendo, mas a reunião foi ótima. Estivemos eu (que estava tirando as fotos, logo não apareço), a Luciana, o Márcio e a Andrea.
Quero destacar a produção visual baseada na leitura do capítulo 9 de Mulheres que correm com os lobos de Clarissa Pinkola Estés: a ilustração é do Márcio Grou e a boneca foca é da Andrea Amaral.



Debatemos o capítulo a respeito do conto A pele de foca. Eu mesma fiquei impressionada com o fato de o referido conto refletir tanto a minha vida profissional.

A reunião foi muito pródiga, como podemos ver na foto acima!


Histórias contadas:

Eu, Lucia: Os seis jizôs agradecidos

Márcio: O zimbro


Andrea: A mulher ramada

Luciana: Polegarzinha

***

A próxima reuinão está marcada para 26 de agosto, 3a.feira, a partir das 18h, no Espaço Troca Livros na Biblioteca Monteiro Lobato.

Leitura sugerida: Capítulo 6 (A procura da nossa turma: a sensação da integração como uma bênção: O patinho feio) de Mulheres que correm com os lobos, de Clarissa Pinkola Estés

Tema das histórias: Histórias de pais

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Roda de Leitura de julho de 2014: Diário de Anne Frank


Olá, queridos leitores!
Registro aqui a realização das rodas de leitura de julho de 2014, baseadas na leitura do Diário de Anne Frank. Infelizmente, esqueci-me de tirar fotos do encontro no Espaço Novo Mundo, então temos apenas a foto do encontro no Espaço 308.





 Para começar a discussão, foi bacana perceber que os leitores variaram na escolha da versão do diário.

Isso revelou-se bastante frutífero porque pudemos conversar a respeito das diferenças apresentadas nas edições acima. Por exemplo, a versão a esquerda pertence ao Círculo do Livro e é de 1973. A edição do meio é a versão definitiva e a edição da esquerda é a versão de bolso da edição definitiva.

Eu li a versão de 1973 e a versão de bolso e percebi a diferença entre elas.

  • Discutimos a diferença entre as versões (incluindo as opções dos tradutores, as diferenças na grafia de alguns nomes) e isso porque nem começamos a falar a respeito das edições realizadas pela própria Anne enquanto ela estava viva e depois, as edições realizadas por seu pai
  • Como as pessoas leram diferentes edições e seria melindroso citar as páginas, optei por citar as entradas (ou 'logs') por data. Afinal, é um diário, não é mesmo?
  • Concordamos que as primeiras entradas eram absolutamente coerentes com a vida uma adolescente de classe média alta, ainda que, sutilmente, já podemos perceber a intromissão do nazismo em sua vida: o fato de Anne ter sido transferido para o Liceu israelita aos 13 anos de idade (frequentara a vida toda uma escola montessoriana), só frequentar sorveterias de judeus e não poder pegar transporte público. Como estamos vendo esses sinais do ponto de vista de uma adolescente, a princípio não é tão horrível
  • Um dos grandes méritos do diário, a medida em que avançamos em sua leitura, é a mistura do registro de subjetividade, suas impressões em relação a vida em família e vizinhança no Anexo secreto e os acontecimentos da 2a.guerra: especialmente as vitórias militares da Inglaterra, a medida em que eles esperavam o fim da guerra
  • Pelas observações ao longo do diário, é possivel para nós leitores vislumbrarmos a degradação econômica e social que a Holanda passou durante a guerra, pela maneira como isso afetou as condições de vida de Anne, seus familiares e amigos
  • Sempre pergunto aos participantes das rodas qual o trecho que mais chamou a atenção, do que eles mais gostaram e desta vez, um trecho muito citado foi em que Anne reflete a respeito de um diálogo que ela tem com a mãe, no qual esta a aconselha a confortar-se lembrando-se da desgraça de tantos que estavam 'lá fora' e ela considera que prefere alegrar-se pensando na natureza. Uma questão de 'copo meio vazio e copo meio cheio'?
É isso, caros leitores!
Em agosto nos encontraremos para discutir a leitura de Chuva negra, de Masuji Ibuse.
Até lá!

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Agenda 2014: Festival da Amizade Brasil-Japão 2014 em Guarulhos

Fonte: Guarulhos Web - acesso em 05 de julho de 2014
Olá, queridos leitores!
Segundo meu contato na Associação Okinawa, o décimo Festival da Amizade Brasil-Japão  de Guarulhos acontece no Bosque Maia no dia 31 de agosto, das 10h às 17h.

domingo, 6 de julho de 2014

Agenda 2014: 36a. Festa das Cerejeiras no Parque do Carmo


Olá, queridos leitores!

A tradicionalíssima Festa das Cerejeiras do Parque do Carmo já está em sua 36a. edição neste ano de 2014.
Acontece nos dias 02 e 03 de agosto, das 9h às 17h, no Portão 3.
O endereço é: Avenida Oswaldo Pucci, s/no. em Itaquera

Dicas de quem já foi:

  • Antes de sair de casa, verifique a previsão meteorológica. Lembre-se, o evento é ao ar livre, logo, é preciso se prevenir levando agasalho se esfriar, guarda-chuva se chover ou um guarda-sol ou chapeu se esquentar
  • Prefira calçados confortáveis: lembre-se de que o evento é num parque
  • Caso você vá de transporte público, a melhor opção continua sendo metrô: desça na estação Itaquera e preste atenção nos voluntários que estarão de plantão por lá. A organização do evento disponibiliza transporte gratuito até as proximidades do festival
  • Se você pretende ficar lá o dia inteiro, compre sua comida logo cedo: na hora do almoço as filas são gigantescas nas barracas de comida
  • Seja gentil e leve dinheiro trocado para facilitar a vida dos voluntários
  • O mesmo vale para as barracas de vendas de mudas de cerejeiras
  • Tire muitas fotos, a visão das cerejeiras em flor é única!




quarta-feira, 2 de julho de 2014

Oficinas de marmorização de papel estilo suminagashi em junho de 2014

Oficina de marmorização de papel estilo suminagashi na Biblioteca Monteiro Lobato
As fotos foram tiradas por Hevlin Celso.
Workshop of marbled paper, suminagashi style inside Monteiro Lobato Library.
Pictures taken by Hevlin Celso.






A mesma oficina ministrada na Biblioteca Orobó Mikail
Fotos de Pedro Medeiros
The same workshop at Orobó Mikail Library
Pictures taken by Pedro Medeiros










 




sábado, 28 de junho de 2014

Agenda 2014: Anima Mundi, 22a. edição



Olá!
O Anima Mundi, 22a. edição, chega em São Paulo nos dias 06 a 10 de agosto.
Confirma as animações selecionadas para a mostra em:

http://www.animamundi.com.br/festival/selecionados/

***

Edição em 19 de julho de 2014

http://www.animamundi.com.br/festival/locais-de-exibicao - acesso em 19 de julho de 2014

SÃO PAULO
Pagam meia-entrada: estudantes com documento de comprovação, maiores de 60 (sessenta) anos e crianças até 12 (doze) anos.

Espaço Itaú  de Cinema Augusta – de 06 a 10 de agosto
sala 1 – 234 lugares / sala 2 – 209 lugares / sala 3 – 170 lugares Rua Augusta, 1.475 – Cerqueira César
Informações: (11) 3288-6780
Horário de funcionamento: 11h30 às 23h00
Ingresso: R$ 10,00 (meia entrada: R$ 5,00)
Bilheterias no local de 11h30 às 23h00. Vendas antecipadas em itaucinemas.com.br
 Sessões gratuitas:
FUTURO ANIMADOR, OLHO NELES, COMKIDS, HISTÓRIA ANTES DE UMA HISTÓRIA e YELLOW SUBMARINE - retirada de senhas com 30 (trinta) minutos de antecedência.
Veja programação em:
http://www.animamundi.com.br/eventos/locais/